Vale e Governo de Minas assinam acordo para reparar danos de Brumadinho

Foto: Adriano Machado – Reuters

Em audiência no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o governo do estado e a Vale assinaram um acordo bilionário para reparação dos danos provocados pela tragédia de Brumadinho. Após diversas negociações, o termo foi assinado com o valor de R$ 37 bilhões e 680 milhões. O encontro foi realizado na manhã desta quinta-feira e, segundo o executivo estadual, é o maior acordo já realizado na história do Brasil.

Segundo o secretário de governo, Mateus Simões, “este é o maior acordo, em valor, da história do Brasil e o segundo do mundo”. Até então, ele conta que o maior valor era de R$ 7 bilhões. Além disso, enquanto a audiência era realizada, protestos eram feitos na porta do Tribunal.

A barragem B1, na Mina do Córrego do Feijão, rompeu-se no dia 25 de janeiro de 2019. O desastre deixou 270 vítimas, entre mortos e desaparecidos. O governo pedia cerca 55 bilhões de indenização, sendo R$ 28 bilhões por danos morais. Os valores foram levantados por estudo da Fundação João Pinheiro e consideraram, “a relevância dos direitos transindividuais lesados, a gravidade e repercussão das lesões, a situação econômica do ofensor, o proveito obtido com a conduta, o grau de culpabilidade, a reincidência e a reprovabilidade social dos fatos”.

Porém, a Vale não concordou com a quantia, e o acordo acabou sendo feito por um número 32% menor do que o inicialmente pleiteado.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Gasolina tem variação de 13,01% no Rio de Janeiro

Next Post

Mesmo com a pandemia, é importante manter prevenção contra o Câncer

Related Posts