1,4 milhão de pessoas não sacaram o auxílio emergencial

Pixabay

1,4 milhão de pessoas não sacaram os recursos do auxílio emergencial, e com isso R$ 1,3 bilhão retornaram aos cofres públicos.

O calendário de liberação de saques do benefício foi encerrado no dia 27 de janeiro. O prazo para movimentar o saldo era de 90 dias após o crédito cair na conta social digital.

Para os beneficiários do bolsa família que receberam o auxílio o prazo foi maior – 270 dias.

O Ministério da Cidadania explicou que ao longo de 2021 alguns pagamentos ainda serão realizados, por causa de contestações de benefícios negados anteriormente, mas que depois foram considerados válidos. O governo está reavaliando alguns casos, e no último dia 28 de janeiro já houve um pagamento após essas análises.

O auxilio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19.

O programa de transferência de renda atendeu a 67,9 milhões de brasileiros, e pagou cerca de R$ 293 bilhões.

Fonte: Agência Brasil

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Vacinas Sputnik V e Covaxin devem ser compradas pelo Ministério da Saúde

Next Post

TSE confirma suspensão de sanções para quem deixou de votar

Related Posts