OMS aprova uso da vacina de Oxford

Imagem de Arek Socha por Pixabay

A Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovou hoje (12) o uso emergencial da vacina da Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19. Duas versões do imunizante foram autorizados pela entidade: um é produzida pela própria AstraZeneca-SKBio, na Coreia do Sul, enquanto a outra é a do Instituto Serum, na Índia.

Essas vacinas passarão a ser oferecidas pela plataforma Covax, que é uma iniciativa da OMS para garantir o acesso equitativo às vacinas da Covid a nações mais pobres. Até então, apenas o imunizante fabricado pela Pfizer que já havia entrado nessa lista.

A vacina de Oxford é uma das que já estão sendo aplicadas no Brasil depois de ter recebido autorização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Já o Instituto Serum, que é um dos fabricantes com versões da vacina autorizadas pela OMS, é o fornecedor do qual o Brasil comprou as doses prontas do imunizante. Essa versão produzida na Índia chegará ao Brasil com o nome “Covishield”.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Youtube apagou mais de 7,8 milhões de canais e 34,7 milhões de vídeos em 2020

Next Post

PIB japonês cresce 3% no 4º trimestre ante o período anterior

Related Posts