3 Dicas para dormir melhor na pandemia

Imagem de Tumisu por Pixabay

A pandemia vem tirando o sono de muitos brasileiros. Segundo uma Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas COVID-19 (Vigitel). Observou que 41,7% dos entrevistados relataram estar sofrendo com distúrbios do sono. Como dificuldade para dormir ou dormir mais do que de costume.

A maioria das pessoas passou por mudanças drásticas na rotina durante esse um ano de pandemia, que se somado a um maior nível de tensão e stress é um prato cheio tirar o sono de muita gente.

Os prejuízos de uma noite mal dormida ou da redução do número de horas de sono, tem consequências que podem afetar não só o dia seguinte como também o bem estar e até a saúde mental, caso o sono não seja regularizado.

A queda na produtividade, irritabilidade, dificuldade de se concentrar, baixa da imunidade e o cansaço também são consequências do sono sem qualidade.

É durante o sono que os aprendizados que temos durante o dia são armazenados no nosso cérebro, que o corpo recupera a musculatura da prática de exercícios físicos e é quando são liberadas substâncias químicas, como hormônios e neurotransmissores essenciais para a vida.

Dicas para dormir bem:

Cuidado com os pensamentos negativos.

Alimentar todo pensamento que passa pela cabeça é exaustivo. Nem toda ideia merece nossa energia. Treinar a mente para avaliar os pensamentos de medo e insegurança, que estão muito frequentes nesse período, vai deixar a vida mais leve. Especialmente a noite procure “observar” o que sua mente está produzindo e mudar o foco quando necessário, para evitar ir para a cama e mesmo estando cansado, não conseguir pregar o olho por causa da mente agitada.


Nada de levar o celular para cama

A ideia é se desligar um pouco das telinhas, do celular, tablet, computador e até da televisão. Pelo menos uma hora antes de ir para cama.
A luz azul emitida por esses aparelhos, influencia no ciclo circadiano, que é a relação acordado/dormindo. Desregular esse relógio biológico faz com que o nível de cortisol fique alto, atrapalhando seu descanso e facilitando altos níveis de stress e ansiedade.


 Evite os exercícios fiscos perto da hora de dormir

Quando o corpo está se preparando para adormecer a temperatura corporal diminui. Fazer exercício físico muito tarde, prejudica esse processo natural, pois além de aumentar a temperatura, ativa todo um metabolismo e também a liberação de hormônios que te deixam mais “ligados”, empurrando o sono para mais tarde.

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Mais de 2 mil mortes em 24 horas

Next Post

Desemprego em 2020 bateu recorde em 20 estados

Related Posts