Iniciativa da UFF quer levar neurociência ao cotidiano dos brasileiros

Quando você pensa em ciência o que vem primeiro à sua mente? Um livro? Um microscópio? Um homem vestido de branco? E se alguém te dissesse que a ciência está em tudo? Você acreditaria?

Em busca das respostas, o projeto “Descomplicando as neurociências nas redes” lançou um desafio: encontrar a ciência que existe no cotidiano, onde ela parece não existir. E, mais do que isso, encontrar o cientista que existe em cada um de nós.

Responsável por coordenar essa e outras iniciativas, o Núcleo de Pesquisa, Ensino, Divulgação e Extensão em Neurociências da UFF, Universidades Federal Fluminense, a professora Priscilla Bonfim conta qual é o maior desafio de apresentar as neurociências para a população.

O Núcleo de Pesquisa, Ensino, Divulgação e Extensão em Neurociências da UFF existe formalmente desde 2019 e reúne mais de 40 participantes de diferentes especialidades, entre alunos, professores e pesquisadores, com a missão de simplificar a neurociência, mostrando à população que ela faz parte do nosso dia a dia, muitas vezes sem que isso seja percebido de forma consciente.

Outro importante eixo do trabalho desenvolvido pela equipe do núcleo tem sido a luta contra as fake news, inclusive sobre a vacinação contra a Covid e a produção do imunizante, através de vídeos com animação, disponíveis no YouTube. Também é possível assistir histórias onde personagens dos cordéis ganham vida para levar a ciência de forma descontraída para a população.

Todo o conteúdo pode ser acessado pelo Instagram, Facebook, Twitter e YouTube. Basta digitar NUPEDEN UFF no mecanismo de busca.

Fonte: Agência Brasil

Total
5
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Campanha do TSE vai combater desinformação sobre urna eletrônica

Next Post

Há 225 anos surgia a 1ª vacina, importante para erradicação da varíola

Related Posts