Saiba como liderar e influenciar sua equipe profissional em home office

Em um cenário persistente de trabalho home office, um dos temas bastante atuais é a questão da liderança das equipes de trabalho em um mundo virtual e distante. Pensando nisso, a especialista em estratégia de carreira, Rebeca Toyama traz o tema que está presente no ranking das habilidades do futuro, citadas pelo relatório do Fórum Econômico Mundial, além de compartilhar 5 dicas de sucesso para os líderes, onde em tempos de pandemia o treinamento, execução e avaliação profissional podem ser feitos, muitas vezes, com o distanciamento dos novos regimes integrais ou híbridos de home office.

Esse tema sempre foi muito relevante tanto para os executivos quanto para os empreendedores e agora é desafio para um número maior ainda de profissionais que precisam lidar com equipes de trabalho à distância por inúmeros fatores. Portanto, não é coincidência que essa habilidade aparece articulada com influência social no ranking do relatório de habilidades para o trabalho do futuro citado no relatório.

A troca é importante

Segundo a especialista, a integração da liderança com a influência mostra o término do modelo de controle unilateral, onde ‘um manda e o outro obedece’, e traz a abertura para o modelo de aprendizado mútuo, descrito no livro Metamanagement: o sucesso além do sucesso, de Fred Kofman.

“No aprendizado mútuo, o líder passa a ter um papel inspiracional por ser um bom exemplo profissional e pessoal para sua equipe. Em tempos em que estamos conectados a maior parte do dia e que nossos lares foram transformados em nosso escritório, é importante que os líderes entendam seu papel como influenciador social não apenas de sua equipe”, ressalta Rebeca Toyama, especialista em estratégia de carreira.

Segundo uma pesquisa sobre efetividade organizacional desenvolvida pela Organização Gallup, feita com mais de 1 milhão de empregados de uma ampla gama de indústrias, empresas e países, mostrou que colaboradores talentosos necessitam de líderes excelentes. A pesquisa foi feita com 12 perguntas que convidam o líder que habita em cada entrevistado a assumir sua a responsabilidade de influenciar pessoas, estejam elas acima, abaixo ou ao lado no organograma da empresa. E ainda vale ressaltar, que os resultados mostram o quanto empresas deixam a desejar, quando o tema é liderança.

Liderar de forma assertiva

Para ser um líder de sucesso, é importante ressaltar que a base está na forma em que se enxerga a vida e as responsabilidades, portanto, as transformações precisam vir de dentro e do quão deseja se dedicar para ajudar o time. Vai além de criar diretrizes de trabalho e pontuar em um treinamento para o que liderado siga, envolve ouvir o outro lado, ainda que no ambiente virtual.

Além disso, com a ajuda de métodos e estudos comportamentais como o termo CNV- Comunicação não-violenta, que é uma forma de transformar a comunicação com os colaboradores, explicando de forma lógica e assertiva, sem deixar de lado emoções e sentimentos e deixando claro a necessidade de alcançar os objetivos.

“O líder precisa influenciar positivamente o ambiente para que o trabalho e as cobranças se transformem em algo saudável, pois os métodos agressivos e coercitivos impactam negativamente na performance da equipe. A dica é se comunicar de forma humana, mas em nenhum momento omitir aquilo que é importante e negociável. ”, finaliza, Rebeca.

Para a profissional, pontuar os objetivos de cada tarefa e se colocar à disposição ao longo do processo são fundamentais. E para auxiliar o desempenho dos líderes em meio a pandemia, a especialista em estratégia de carreira, Rebeca Toyama, preparou 5 dicas.

Respeite seus valores e seja um bom exemplo!

  1. Cuide de seu bem-estar e qualidade de vida. Um líder cansado, doente e endividado causa mais repulsa que influência. Pior: pode gerar medo, receio de discutir e negociar pontos do desenvolvimento profissional e se distanciar ainda mais da sua equipe;
  2. Em um mundo conectado lembre que você está influenciando pessoas dentro e fora da empresa 24 horas por dia. Os líderes devem pensar sempre na própria apresentação, no tom de fala e nas informações pessoais que compartilham com sua equipe de trabalho, pois todos os ambientes estão sempre conectados agora;
  3. Conte sua história de vida com sabedoria expondo conquistas e fracassos para que as pessoas aprendam com você. Não ter medo de compartilhar insucessos, histórias de superação e buscar ajuda fazem parte desta nova rotina, mas o vértice deve sempre extrair um aprendizado para que sirva de exemplo;
  4. Tenha um estilo de vida alinhado com seus valores. É mais efetivo influenciar pessoas com exemplos do que com frases prontas. Isso envolve compartilhar o tempo dedicado a alguma atividade de lazer, à família e a organização própria do trabalho, o que ajuda a fazer um colaborador evoluir;
  5. A maior preocupação de um líder não deve ser em agradar sua equipe, mas sim em ajudá-la a se desenvolver.
Total
7
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Gasolina da região sudeste é a mais cara do Brasil

Next Post

Aproveite as férias escolares para observar e cuidar da saúde mental das crianças

Related Posts