Malta fecha fronteiras a viajantes não vacinados

Foto: Viagem e Turismo

O governo de Malta anunciou na última sexta-feira que não permitirá a entrada de viajantes não vacinados contra a Covid-19 no país. Assim, este é a primeira nação da União Europeia a adotar a medida para conter a propagação da variante Delta. As medidas entrarão em vigor na próxima quarta-feira.

Em coletiva de imprensa, o ministro da saúde daquele país, Chris Fearne, disse: “A partir da quarta-feira, 14 de julho, toda a pessoa que chegar a Malta deve apresentar um certificado de vacinação reconhecido: um certificado maltês, um certificado britânico ou um certificado da União Europeia”.

Desde o dia 1° de junho, os turistas vindos da UE, dos Estados Unidos e de alguns países que conseguiram administrar o vírus estão permitidos a entrar no país, que é uma paradisíaca ilha do Mediterrâneo. um dos principais destinos europeus durante o verão no Hemisfério Norte.

Até a próxima terça-feira (13), será possível chegar até lá apresentando um teste PCR negativo à Covid-19. Mas no dia seguinte. a regra já vai mudar e apenas viajantes completamente imunizados desembarcar no local.

No entanto, a exceção será para os menores de 12 anos acompanhados pelos pais, dos quais continuará sendo exigido o teste PCR negativo. A Agência Europeia de Saúde já autorizou a vacinação contra a Covid-19 para jovens a partir de 12 anos.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Pirataria sai do controle com streaming e isolamento social

Next Post

Saiba como proteger a sua marca empresarial no e-commerce

Related Posts