Educação empreendedora incentiva alunos a buscarem autoconhecimento e novas oportunidades

Foto: Divulgação

Quatorze municípios do oeste catarinense iniciaram o alinhamento das ações da educação empreendedora. Estudantes e professores tem acesso a um conjunto de soluções digitais como oficinas, cursos e jogos digitais. A iniciativa trata-se de um dos eixos prioritários do Programa Cidade Empreendedora, executado por meio da parceria com o Sebrae/SC e as Administrações Municipais.

A intenção é ampliar, promover e disseminar a educação empreendedora nas instituições de ensino, por meio de conteúdos de empreendedorismo nos currículos. São trabalhadas soluções educacionais em todos os níveis de ensino com professores e alunos com base em duas frentes principais: o desenvolvimento de competências empreendedoras e a possibilidade de inserção sustentada no mundo do trabalho.

De acordo com a gestora do Programa Educação Empreendedora para o Cidade, Simone Amorim Pereira Cabral, a educação empreendedora proposta pelo Sebrae/SC incentiva os alunos a buscarem o autoconhecimento, novas aprendizagens e oportunidades, além do espírito de coletividade e avaliarem as melhores possibilidades, tanto na vida pessoal quanto no mercado de trabalho.

Na região, conforme levantamento do consultor articulador de educação empreendedora Milton Barcelos Junior, foram realizadas reuniões on-line com os secretários municipais de Educação de Chapecó, Cordilheira Alta, Galvão, Lajeado Grande, São Carlos, Xanxerê e Xaxim. O passo seguinte é a palestra de sensibilização para apresentação das soluções para secretários, diretores e professores já realizada por Faxinal dos Guedes, Lindóia do Sul, Marema, Pinhalzinho e São Domingos. Os municípios de Caxambu do Sul e Seara avançaram neste mês para a primeira reunião de planejamento para aplicação das soluções.    

Estratégias Verticais

Além das soluções digitais, os municípios também podem utilizar suas “moedas” para aquisição de outras soluções presentes nas verticais estratégicas do programa, como: Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), Kaospilot Masterclass, Potencial Criativo, Engajamento e Facilitação da Aprendizagem em Sala de Aula, Infância.com, Juventude Maker, Geração Z na Massa, Oficina Laboratório de Ideias, Oficina Viagem ao Mundo do Empreendedorismo, Oficina Empreendedorismo Digital e Profissões do Futuro, Oficina Projeto de Vida, Oficina Comunicação e Marketing e Oficina Relações Humanas.

A execução é realizada com a Secretaria Municipal de Educação, em conjunto com um consultor credenciado do Sebrae/SC, que auxiliará no planejamento e monitoramento das ações de educação empreendedora no município. Todas as soluções práticas de aprendizagem vão de encontro aos quatro pilares de educação propostos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco): aprender a conhecer; aprender a fazer; aprender a conviver; aprender a ser.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Vacina promissora contra HIV é testada em humanos

Next Post

Pandemia aumenta procura por crédito mais barato para reforma de imóvel

Related Posts