Vacina promissora contra HIV é testada em humanos

Foto: Pixabay

Enfim uma vacina para prevenir a infecção pelo vírus HIV se mostra promissora. A novidade vem à tona no momento em que completam 40 anos do início da epidemia da aids no planeta.

O estudo Mosaico está sendo feito com mais de seis mil voluntários em países da África, Europa, América do Norte e América Latina. Quando foi testada em macacos, o imunizante teve 67% de eficácia.

Esse estudo é composto por duas duas vacinas experimentais: AD26 e GP140. Os pesquisadores avaliam a segurança das vacinas para os participantes, os possíveis efeitos colaterais, a geração de uma resposta imunológica adequada nos participantes do estudo e a capacidade das vacinas em estudo de prevenir a infecção pelo HIV. 

Um detalhe que chama a atenção é que o imunizante não é feito com o vírus vivo do HIV. Sua origem vem de uma proteína produzida artificialmente em laboratório, imitando uma das que compõem a parte externa do vírus. A vacina está sendo aplicada em pessoas soronegativas que tenham alto risco de exposição ao HIV. Além disso, os voluntários receberão quatro doses, com intervalos de três meses entre cada e serão acompanhados por 30 meses.

As organizações que realizam o estudo são a Rede de Ensaios de Vacinas contra o HIV (HVTN), a Janssen Vaccines & Prevention B.V., parte das Empresas Farmacêuticas Janssen da Johnson & Johnson, o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID) dos EUA e o Comando de Pesquisa e Desenvolvimento Médico do Exército dos EUA (USAMRDC).

Total
8
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Instituições brasileiras se unem para oferecer consultas gratuitas de telemedicina a pessoas em situação de vulnerabilidade social

Next Post

Educação empreendedora incentiva alunos a buscarem autoconhecimento e novas oportunidades

Related Posts