Cai o número de UTIs ocupadas por pacientes de Covid-19

Foto: Ministério da Saúde

Dados da Fiocruz revelam que pela primeira vez desde dezembro do ano passado, nenhuma unidade da federação está com mais de 90% dos leitos de UTI ocupados com pacientes em tratamento contra a covid-19.

Os números fazem parte do Boletim Observatório Covid, que foi divulgado nessa quarta-feira. Para os pesquisadores da Fiocruz, a vacinação tem feito diferença e já mostra reflexos positivos no combate à pandemia. Mas isso é preciso lembrar que os imunizantes têm capacidade limitada de bloquear a transmissão do vírus, que continua a circular de forma intensa.

Ainda assim, o boletim revela que quatro unidades da federação permanecem na zona de alerta crítico, com mais 80% dos leitos ocupados. A pior situação é a de Santa Catarina, com 82% de ocupação, seguida por Goiás e Paraná, com 81%, e o Distrito Federal, com 80%.

Por outro lado, grande parte do país está na zona de alerta intermediário, com as taxas de ocupação variando entre 60 e 80%, e sete estados estão na zona de alerta baixo, com menos de 60: Acre, Amapá, Espírito Santo, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Os índices de casos e mortes pela Covid-19 no país estão em queda pela terceira semana seguida, revela o boletim. Ainda assim, a pandemia mantém patamares altos, com média de mais de 46 mil novos casos e 1.300 mortes diárias nos últimos sete dias.

Total
4
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Inflação desacelera para todas as faixas de renda em junho

Next Post

Governo Federal libera R$ 617,4 mil para investimentos em saneamento básico no Paraná

Related Posts