Boletim mostra que casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave têm redução ou estabilidade

Foto: Pixabay

Números divulgados pelo Boletim InfoGripe, da Fundação Oswaldo Cruz, mostram que os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave apresentam redução ou estabilidade em 25 unidades da federação. Já no Acre e no Amazonas a tendência é de aumento. Os dados foram coletados nas últimas seis semanas.

No entanto, de acordo com os indicadores de transmissão comunitária, todas as capitais apresentam nível de transmissão – alto, muito alto ou extremamente alto. Além disso, o Boletim indica que este cenário sugere possível manutenção do número de hospitalizações e mortes em alto patamar, caso medidas preventivas não sejam adotadas.

O coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, explica que embora os sinais de tendência de queda e estabilidade sejam positivos, indicando poucos estados atualmente com sinal de crescimento nas tendências de longo ou curto prazo, os valores semanais seguem elevados.

Atenção especial a algumas capitais. A situação é mais alarmante em Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Goiânia, Macapá, Porto Alegre, São Paulo e Teresina.

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Brasileiros querem imóveis maiores para morar

Next Post

Confirmada a criação do novo Ministério do Emprego e Previdência

Related Posts