Aumenta casos de bruxismo durante a pandemia; entenda

Woman patient visiting dentist

Bruxismo, ato involuntário de ranger e apertar os dentes que pode acontecer tanto durante o dia quanto a noite, e desde que a pandemia começou o número de pacientes com o distúrbio aumentou.

A cirurgiã dentista, Luanna Coelho diz que entre as causas que provocam o bruxismo está a ansiedade, e por isso mais de 80 milhões de brasileiros estão com a disfunção durante a pandemia. “Todo mundo sabe que toda crise passa, mas quando a gente está no meio dela nós achamos que não vamos conseguir e que as coisas não vão andar, assim, afetando o emocional e desencadeando o bruxismo”, explica doutora Luanna. 

Como identificar? 

De acordo com a dentista, o distúrbio tem sinais fortes e o desgaste dentário é apenas uma cicatriz do bruxismo. 

Entre os primeiros sinais estão a tensão muscular, tanto na região da boca quanto da região cervical do pescoço, mas, além disso, é possível identificar a disfunção através de dor de ouvido, cabeça pesada, ombros e até costas. 

Como evitar? 

“Conseguimos combater o bruxismo com um estilo de vida melhor, com alimentação boa, com o emocional sendo cuidado e com caminhadas para liberação de alguns hormônios do prazer, conduzindo nosso cérebro para um cenário melhor”, orienta a doutora.

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Previous Post

Médico cardiologista alerta sobre os cinco sinais de trombose venosa profunda

Next Post

Como transformar a sua empresa em um negócio internacional

Related Posts