Governo assina medida provisória sobre mercado de combustíveis

Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo aponta que 70% das famílias estão endividadas; somente o reajuste da gasolina chega a 6,3% nesta semana. – Foto: Freepik/Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quarta-feira o texto da Medida Provisória sobre o Mercado de Combustíveis.

Ele confirmou que não está fazendo nada contra os governadores, porém ele afirmou: “Eles têm que dizer quanto é o combustível. Nossa proposta não visa tirar dinheiro dos governadores com ICMS. É pra que cada estado fixe o valor do ICMS, mas que cada governador arque com a responsabilidade de quanto vai cobrar de combustível no seu estado”, afirmou.

As novas regras que passam a valer vão permitir a venda de qualquer bandeira de gasolina nos postos e também a compra direta nas usinas do etanol. Para o secretário da Agência Nacional do Petróleo (ANP), José Mauro Ferreira Coelho, essaa retirada dos distribuidores entre usinas de etanol e postos de combustíveis tem potencial para diminuição do preço com intermediário a menos. 

Além disso, o Ministério de Minas e Energia defende que as mudanças vão beneficiar os motoristas. De acordo com o ministro Bento Albuquerque, “espera-se que até 2022 pelo menos oito novos agentes possam atuar na exploração do petróleo no Brasil, maior concorrência”. A MP, segundo ele, permite novos arranjos de negócios, respeitando contratos e informando o consumidor.

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Previous Post

Olimpíada Carioca de Matemática premiará 40 alunos com viagem para EUA

Next Post

A face carece de cuidados especiais e de uma atenção maior, principalmente, por ser a parte mais exposta de nosso corpo

Related Posts