Desastre de Brumadinho completa 1000 dias

Foto: Divulgação Vale

Passados mil dias, a tragédia de Brumadinho ainda é sempre comentada e relembrada em todo o Brasil. Nesta quinta-feira, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou que esta é a maior operação de busca e salvamento do país.

Os militares conseguiram vistoriar superficialmente toda a área do acidente, que equivale a 290 campos de futebol. Para fazer todo este trabalho, são usadas mais de 120 máquinas, dentre escavadeiras, caminhões e outros equipamentos.

Do ponto de vista aéreo, foram usadas 31 aeronaves que realizaram 1.600 horas de voo na região. Além disso, as equipes de busca contaram com ajuda de 22 equipes de cães.

Hoje. foi apresentada uma nova Estação de Buscas na região, projetada especialmente para a atuação em Brumadinho. A utilização de novos equipamentos proporciona mais agilidade e segurança na vistoria.

Até o momento 262 vítimas foram encontradas e identificadas. No entanto, ainda há oito vítimas que não foram encontradas. Diante disso, ainda não há data para o fim das buscas dos bombeiros.

Judicialmente falando, em janeiro do no passado, o Ministério Público de Minas apresentou uma denúncia pelas 270 mortes. Além da Vale e da TÜV SÜD, empresa alemã responsável pelo laudo que atestou a segurança da barragem, 16 pessoas foram denunciadas.

No entanto, na última terça-feira, o Superior Tribunal de Justiça anulou o recebimento da denúncia por entender que o caso deve ser analisado pela Justiça Federal. O Ministério Público informou que vai recorrer. Essa decisão levou a Associação dos Familiares de vítimas e atingidos pelo rompimento da barragem do Córrego de Feijão a publicar uma nota de repúdio contra a decisão do STJ.

Total
5
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Previous Post

Vila pequena em Portugal também tem furtos

Next Post

Secretários do Ministério da Economia pedem demissão

Related Posts