“As habilidades necessárias para a sociedade atual não são ensinadas no modelo tradicional de ensino” Afirma diretor de escola humanista e inovadora

Nos últimos anos o mundo sofreu profundas mudanças, mas nem todos os setores da sociedade acompanharam essas mudanças tão rapidamente, como a educação, que, em geral, ainda segue o modelo tradicional. No entanto, existem escolas que adotam uma nova forma de conduzir o processo de ensino-aprendizagem, como explica o Diretor da Teia Multicultural, escola humanista e inovadora, e da Asas Educação, Lucas Briquez.

A educação precisa se adaptar ao mundo que os estudantes irão encontrar quando cruzarem as portas da escola, por isso, cada vez se torna mais necessário o uso de novas técnicas de avaliação, de motivações, objetivos e etc., ajudando a desenvolver habilidades antes ignoradas”, explica.

Principais mudanças apresentadas pelo novo modelo educacional

01 – Avaliação continuada: A nova “prova escolar”:

A avaliação continuada vai além de provas tradicionais, coletando informações regularmente para acompanhar o progresso dos alunos. Isso evita que toda a análise de desempenho seja feita com uma pequena amostra que pode ser influenciada por diversos fatores, como faz a prova tradicional, que pode ser usada, mas não como único recurso”, afirma Lucas Briquez.

02 – Inclusão de materiais digitais:

Claro, os livros físicos exercem um importante papel atualmente, ajudando em algumas etapas da educação, como desenvolvimento da coordenação motora e absorção de conteúdos.  Mas o uso de material digital também pode ser utilizado de forma gradual para facilitar o acesso, o levantamento de dados e a interatividade, tornando o aprendizado mais lúdico e inteligente”, explica.

03 – “Fim” das lições de casa:

As lições de casa como são usadas hoje são praticamente um novo turno de estudos para os estudantes, o que, além de prejudicar a interação e relação entre pais e filhos ao estender o horário escolar para horários de convivência, também é ineficiente para o aprendizado da forma que é usado”.

04 – Empreendedorismo:

As escolas tradicionais se voltam muito pouco para conhecimentos voltados a esse campo, por isso, é importante incluir ensinos sobre criatividade, tomada de decisões, adaptação, interação social, finanças, vendas, autonomia e senso crítico”, ressalta Lucas Briquez.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Miomas: Especialista tira as 5 principais dúvidas sobre a doença

Next Post

Saúde Mental: Uma grande oportunidade para sua empresa na área da saúde

Related Posts