Formação e desenvolvimento do subúrbio carioca 

Origem do termo 

O termo “subúrbio” tem origem na palavra latina “suburbium”, que significa “área próxima à cidade”. Na Roma Antiga, o termo era usado para se referir às áreas rurais e periféricas da cidade, onde viviam pessoas de baixa renda e trabalhadores das classes populares.

Com o passar dos anos, o termo “subúrbio” foi sendo adotado em outras partes do mundo para se referir a áreas periféricas e urbanizadas, onde vivem pessoas de baixa renda.

A região do subúrbio carioca, que se desenvolveu ao longo do século XIX e início do XX, ficou conhecida como uma área periférica e de ocupação popular, abrigando uma grande parte da população da cidade.

Fatores para a criação do subúrbio

 A ocupação do subúrbio do Rio de Janeiro se deve a dois fatores importantes: criação da linha ferroviária e implantação de fábricas nas áreas mais distantes. Nesse período, a cidade ainda era dividida em zona rural e zona urbana.

Em meados do século XIX, a cidade do Rio de Janeiro já era a capital do Brasil e vivia um período de intenso crescimento e modernização. Nesse contexto, a construção da primeira linha de trem, que ligava o centro da cidade à região de São Cristóvão, em 1858, foi um marco importante para a expansão urbana da cidade.

A partir daí, outras linhas de trem foram sendo construídas, como a linha que ligava o centro ao subúrbio da Leopoldina, inaugurada em 1890. Essas linhas de trem permitiram que trabalhadores pudessem se deslocar do subúrbio para o centro da cidade, onde se concentravam as oportunidades de trabalho.

Além disso, a chegada da linha ferroviária também teve um grande impacto econômico na região. Novas indústrias e fábricas começaram a se estabelecer na localidade, atraídas pela facilidade de transporte e pela mão de obra abundante e barata. A área se tornou um importante polo de produção e comércio, com destaque para os setores têxtil, alimentício e de construção civil.

Com o passar dos anos, o subúrbio do Rio de Janeiro foi se consolidando como uma região com características próprias e uma identidade cultural marcante. Bairros como Madureira, Bonsucesso, Méier e outros se desenvolveram ao redor das estações de trem, abrigando uma população diversa e vibrante, composta principalmente por trabalhadores das classes populares.

A chegada da linha ferroviária no subúrbio do Rio de Janeiro foi um evento que transformou profundamente a região e contribuiu para o desenvolvimento de uma das áreas mais importantes e simbólicas da cidade. A formação do subúrbio carioca representa um exemplo de como a luta e a resistência das classes populares podem transformar a cidade e a sociedade como um todo.

Total
0
Shares
1 comment
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Personal revela 10 benefícios das mulheres que treinam braços

Next Post

Alimentação: sementes devem ser consumidas inteiras ou trituradas?

Related Posts