Ondas de calor: 4 dicas de um especialista para manter a saúde íntima no calor

O Brasil vive atualmente uma onda de calor histórica, que elevou bastante as temperaturas do país e gerou a necessidade de priorizar alguns cuidados com a saúde, como o uso de protetores solares e aumentar a hidratação. No entanto, um fator é, muitas vezes, negligenciado em relação à saúde das mulheres: A saúde íntima durante o calor.

Perigos das altas temperaturas para a saúde íntima feminina

As altas temperaturas geradas pelas recentes ondas de calor podem afetar a saúde íntima das mulheres principalmente pelo aumento da transpiração, destaca o especialista em ginecologia e obstetrícia, Dr. Alexandre Silva e Silva.

“Altas temperaturas podem afetar a saúde íntima feminina de várias formas, mas a principal delas é o aumento da transpiração, o que pode aumentar a proliferação de fungos e bactérias na região íntima, podendo aumentar os riscos de candidíase e vaginose bacteriana, além de contribuir para deixar a região mais abafada”.

4 dicas para manter a saúde íntima no calor

01 – Higiene Adequada: “Mantenha uma higiene íntima com mais cuidado, lavando-se com água limpa e suave, usando sempre sabonetes próprios para a região, o que ajuda a evitar desequilíbrios no Ph do local”.

02 – Roupas Respiráveis: “Opte por vestir roupas leves, preferencialmente tecidos naturais, como algodão, para permitir a ventilação e reduzir o acúmulo de umidade na região genital. Dormir sem calcinha também ajuda a evitar a proliferação de bactérias na região íntima”.

03 – Troque peças íntimas regularmente: “Troque as roupas íntimas com frequência para evitar a umidade excessiva e possíveis proliferações de bactérias”, destaca Dr. Alexandre Silva e Silva.

04 – Evite o protetor diário: “O uso do protetor diário não é recomendado em períodos de altas temperaturas, exceto em casos excepcionais, pois pode contribuir para abafar ainda mais a região íntima e aumentar secreções e corrimentos”.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

O que acontece se a prótese de silicone romper dentro do corpo? Especialista responde

Next Post

Qual o segredo de um “Feat” de sucesso? Especialista explica

Related Posts