Pós-festas: Especialista ensina a desintoxicar o fígado com a alimentação

Foto Ilustrativa (FreePik)

O fígado é um órgão muito importante para o corpo humano, atuando na metabolização de nutrientes, na desintoxicação do organismo e na produção de substâncias essenciais para a saúde. Mas a má alimentação ou exposição a toxinas pode gerar danos ao órgão, como explica o médico cardiologista Dr. Roberto Yano.

Existem alguns hábitos que podem afetar bastante a função do fígado. A má alimentação, com ingestão excessiva de gorduras, açúcares e alimentos processados, aliada à exposição a toxinas como álcool, drogas ou produtos químicos, pode ocasionar danos ao órgão, afetando metabolismo e filtragem de toxinas podendo gerar, por exemplo, uma hepatite”.

É possível “limpar o fígado”?

Segundo o Dr. Roberto Yano, quando se trata de “limpar o fígado”, na verdade o que ocorre é um processo de desintoxicação

O fígado realiza a desintoxicação de forma natural, mas é possível estimular esse processo para torná-lo mais eficaz pois, por exemplo, quando a intoxicação do órgão ocorre de forma recorrente são necessários mais cuidados para realizar esse processo. No entanto, esse não deve ser um cuidado apenas ocasional, mas recorrente”, destaca.

Alimentos que ajudam a “limpar o fígado”

01 – Vegetais crucíferos:

Vegetais como o brócolis, rabanete, couve-flor e nabo possuem compostos fitoquímicos que têm propriedades antioxidantes e antiinflamatórias. Eles ajudam a ativar as enzimas do fígado e com seus nutrientes gerais, como vitaminas, minerais e fibras, contribuem com a eliminação de toxinas”, afirma Dr. Roberto Yano.

02 – Beterraba:

Ela é rica em antioxidantes como os flavonoides, que contribuem para neutralizar os radicais livres. Além disso, ela possui betaína, um composto que auxilia no processo de desintoxicação hepática”, destaca.

03 – Alho:

Esse é um excelente antioxidante e anti inflamatório natural, também é associado à desintoxicação devido a compostos, como a alicina, que contribui para estimular enzimas hepáticas que auxiliam no processo de ‘limpeza do fígado’”.

04 – Gengibre:

Um superalimento que também possui propriedades antiinflamatórias e antioxidantes, estimula a circulação sanguínea, ajuda no sistema digestivo e possui compostos que podem proteger o fígado e auxiliar no processo de desintoxicação”.

05 – Limão:

O limão é conhecido por seus benefícios desintoxicantes pela sua alta concentração de vitamina C e antioxidantes, que ajudam a neutralizar radicais livres, melhorando a saúde das células, além de estimular a produção de enzimas do fígado”, explica Dr. Roberto Yano.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Educação 5.0: Novos modelos de ensino têm grande procura em 2024

Next Post

Área da saúde está saturada? 4 conselhos de CEO de empresa internacional para empreender na área

Related Posts