Sentindo-se fraco após realizar uma cirurgia? Saiba que pode estar sofrendo com deficiências vitamínicas

Você vem sentindo fraqueza, tontura ou outros sintomas que levantam preocupações após uma cirurgia? Saiba que esses sinais podem indicar deficiências nutricionais, um aspecto muitas vezes negligenciado no período pós-operatório. A médica Patrícia Santiago  explica que é crucial manter uma atenção cuidadosa à saúde dos pacientes nesse momento, onde as deficiências, especialmente na absorção de vitaminas essenciais, podem se manifestar e impactar significativamente a recuperação. A seguir, exploraremos mais a fundo as implicações dessas deficiências e a necessidade urgente de uma abordagem personalizada na prescrição de suplementos nutricionais ou dietas específicas para assegurar uma recuperação completa e sustentável para os pacientes.

Quais vitaminas podem estar faltando?

Segundo a Dra. Santiago, a análise das deficiências pós-cirúrgicas revela uma preocupação significativa, especialmente no que diz respeito à absorção de nutrientes essenciais, “Além da redução na absorção de vitamina B12 em cirurgias bariátricas, um procedimento comum para perda de peso, pacientes submetidos a ressecções intestinais também apresentam maior risco de deficiência de vitamina C,D, ferro, e zinco devido à diminuição da área de absorção desses nutrientes”, explica a especialista.

Essencial buscar um profissional

A profissional destaca que a personalização quando for necessário a prescrição de suplementos nutricionais é fundamental, “Essa adaptação é crucial para atender às necessidades específicas de cada paciente, considerando o tipo de cirurgia realizada. A falta de atenção a essas deficiências, pode resultar em complicações de saúde a longo prazo, sublinhando a urgência de monitoramento contínuo e intervenções apropriadas”, acrescenta a médica.

Santiago ressalta ainda que as deficiências nutricionais pós-cirúrgicas podem se manifestar de maneira sutil e, muitas vezes, assintomática no início. Por isso, é crucial implementar estratégias de monitoramento periódico, incluindo exames laboratoriais específicos, a fim de identificar precocemente qualquer irregularidade nos níveis de vitaminas e minerais essenciais. Esta abordagem proativa permite ajustes mais rápidos e precisos nas prescrições nutricionais, visando a prevenção de possíveis complicações de saúde.

Colaboração do paciente

Outro ponto relevante destacado pela médica é a necessidade de conscientização dos pacientes sobre a importância da adesão rigorosa às orientações nutricionais pós-cirúrgicas, “A colaboração ativa dos pacientes é vital para otimizar a absorção de nutrientes e evitar carências nutricionais. A falta de comprometimento nesse aspecto pode comprometer significativamente os resultados a longo prazo, impactando não apenas a recuperação física, mas também a qualidade de vida dos indivíduos submetidos a procedimentos cirúrgicos”, explica.

Esses aspectos acentuam a complexidade da relação entre procedimentos cirúrgicos e saúde nutricional, destacando a necessidade premente de uma abordagem integrada. A garantia de uma recuperação completa e sustentável para os pacientes requer não apenas a expertise cirúrgica, mas também um cuidado meticuloso em relação à nutrição pós-operatória.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post

Plástica em 2024? Especialista explica o que você deve saber antes de fazer uma cirurgia plástica

Next Post

O que faz um mioma se tornar gigante? A importância do conhecimento para a prevenção

Related Posts