Microplásticos: Entenda por que eles são tão perigosos

O plástico é um dos principais resíduos produzidos pelo homem, mas apenas 9% deles são reciclados, entenda por que os chamados micro plásticos são perigosos
Os microplásticos são responsáveis pela contaminação do meio ambiente (Foto: Reprodução/Senado Federal)

O plástico é atualmente um dos principais materiais produzidos pelo ser humano, eles são produzidos desde a década de 1950 e em quantidades enormes, estima-se que já tenham sido produzidas 8,3 bilhões de toneladas métricas de plástico, no entanto, uma quantidade mínima desse material é reciclado, o que gera resíduos que vão parar na natureza, entenda os seus perigos.

O que são os microplásticos?

O plástico descartado incorretamente e que não passa por processos de reciclagem vai parar em sua grande parte nos mares, de acordo com dados de 2019 da UICN – União Internacional para a Conservação da Natureza – apontam que dentre os tipos de plásticos que poluem o oceano, 28% são pneus, 24% são pós advindos das cidades, 35% tecidos sintéticos e 2% produtos de higiene pessoal, dentre outros.

Quando um objeto plástico vai parar no oceano ele é degradado por fatores como o sol, o vento, e pela ação de microrganismos, com o tempo ele é dissolvido em partículas minúsculas que possuem menos de 0,5 centímetros, elas possuem alta capacidade de absorção de toxinas e quando ingeridas por peixes e crustáceos ela vai parar nas nossas mesas, segundo uma equipe de pesquisadores da Universidade John Hopkins, nos Estados Unidos, cada europeu que consome peixes rotineiramente ingere cerca de 11.000 microplásticos por ano e, mais alarmantes ainda são os resultados e um estudo realizado pela Universidade de Newcastle, na Austrália, que indica que o ser humano ingere em média 1.769 partículas de microplástico por semana, o equivalente a um cartão de crédito.

Os microplásticos podem causar diversos efeitos negativos na saúde humana (Foto: Reprodução/ Revista Galileu)

Os efeitos dos microplásticos na natureza e na nossa saúde

Apesar de até agora a ciência não ter determinado com exatidão os efeitos negativos dos microplásticos na nossa saúde, existem fortes indícios acerca dos malefícios causados por esse material no nosso organismo, como doenças de pulmão, alterações no metabolismo e problemas no fígado.

Em relação ao meio ambiente há mais aspectos a serem analisados, os microplásticos são um dos principais poluentes dos oceanos, alterando a composição da água e gerando danos ao ecossistema da região.

Os pequenos animais marinhos são os mais afetados pela ingestão de microplásticos ao o confundirem com comida, em especial às tartarugas marinhas, eles podem causar danos ao sistema digestivo dos animais, redução da capacidade estomacal e em casos extremos, a morte.

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post
dolar-cai-para-r$-5,31-com-bom-humor-externo-e-domestico

Dólar cai para R$ 5,31 com bom humor externo e doméstico

Next Post
contas-externas-tem-saldo-negativo-de-us$-4,6-bilhoes-em-outubro

Contas externas têm saldo negativo de US$ 4,6 bilhões em outubro

Related Posts